Uma breve biografia de John Rawls

Uma breve biografia de John Rawls (1)

por Walter Valdevino Oliveira Silva (bacharel em Filosofia – Unicamp; mestre em Filosofia – PUCRS; doutor em Filosofia – PUCRS)

John Bordley Rawls — chamado pelos íntimos de Jack — nasceu em 21 de fevereiro de 1921 em Baltimore, no Estado de Maryland, na região nordeste dos Estados Unidos.

Seus pais eram Willian Lee Rawls (1883-1946) e Anna Abell Rawls (nascida como Anna Abell Stump, 1892-1954) e John Rawls foi o segundo de seus cinco filhos.

A família materna era muito influente na região de Greenspring Valley, perto de Baltimore, devido a rendas com petróleo e carvão na Pennsylvania. O avô de Rawls, Alexander Hamilton Stump, teve 4 filhas, uma delas, Anna Bell, a mãe de Rawls.

A família paterna, por sua vez, tinha origem sulista. O avô de Rawls, Willian Stowe Rawls, era bancário em Greenville, no Estado da Carolina do Norte e em 1896 mudou-se com a família para Baltimore, porque, devido à sua tuberculose, queria morar perto do hospital da Universidade John Hopkins. O pai de Rawls também acabou por pegar a doença logo após a mudança, o que fez com que não seguisse os estudos formais, o que não o impediu de se transformar em um dos mais destacados advogados de Malbury.

Tanto o pai quanto a mãe de Rawls tiveram bastante influência e interesse em política. O pai de Rawls apoiou Woodrow Wilson e a Liga das Nações e era amigo íntimo e conselheiro não oficial de Albert Ritchie, governador de Maryland entre 1924 e 1936, que o convidou para concorrer ao senado, convite recusado por motivos de saúde. A mãe de Rawls foi por algum tempo presidente da então recém fundada Liga para o Voto Feminino de Baltimore e chegou a participar da campanha de Wendell Willkie, do partido Republicano, que disputava contra Roosevelt. Era com a  mãe que Rawls era mais apegado, já que seu pai estava geralmente ausente da vida familiar.

O evento mais importante da infância de Rawls, que deixou marcas profundas em sua personalidade, foi a perda de dois de seus irmãos, ambos mortos devido a doenças que contraíram do próprio Rawls. O primeiro irmão que faleceu foi Robert Lee (Bobby). 21 meses mais novo do que Rawls, Bobby faleceu em 1928, por ter contraído difteria do irmão. Foi esse acontecimento, segundo a mãe de Rawls, que fez com que ele desenvolvesse gagueira. Depois de recuperado da difteria, no verão seguinte Rawls contrai pneumonia e acaba por infectar seu outro irmão, Thomas Hamilton (Tommy), nascido em setembro de 1927, que acabou morrendo em fevereiro de 1929.

O modelo de irmão para Rawls era Willian Stowe (Bill), quase seis anos mais velho e bem sucedido em futebol americano, tênis e luta. Embora sempre tenha tentado seguir os passos do irmão nos esportes, Rawls desenvolveu interesses particulares por biografia de cientistas famosos e por química.

Rawls completou um ano de pré-escola e os seis anos de escola elementar (1927-33) na Calvet School, onde estudavam meninos e meninas (embora fossem separados nos últimos três anos) e que dava ênfase a ensinar locutória. Foi lá que Rawls iniciou o processo de superar a gagueira, chegando até mesmo a ser o orador oficial de sua turma. Nos dois anos seguintes (1933-35) Rawls estuda na Roland Park High School porque seu pai havia sido escolhido como presidente do conselho da escola. Saindo de lá, Rawls passou mais quatro anos em uma escola particular.

O interesse de Rawls por questões sociais começa devido ao envolvimento de sua mãe com o movimento feminista e com a constatação de que a grande população negra de Baltimore vivia em condições muito diferentes da população branca. Além disso, Rawls também teve contato com os brancos pobres da região do Maine, onde a família costumava passar as férias.

Os anos de 1935 a 1939 são passados na Kent School, no oeste de Connecticut, escola interna de severa educação religiosa. Esse período é lembrado por Rawls como um período de infelicidade e improdutividade.

Em 1943, Rawls é admitido na Universidade de Princeton. Embora no início Rawls tenha tentado se dedicar aos esportes, chegando até a ser o capitão do time de tênis, acaba por se decepcionar com luta romana, o que faz com que ele se afastasse um pouco dos esportes, mas ainda mantendo um interesse por beisebol.

Os campos de interesse de Rawls variaram bastante, passando por química, matemática e história da arte, para finalmente se dedicar à filosofia, diferente de seu irmão Bill, que escolheu a carreira jurídica e foi estudar direito em Harvard, tornando-se depois advogado na Filadélfia. Durante o curso de filosofia, alguns professores exerceram particular influência sobre Rawls e ele estudou com afinco filósofos como Kant, Stuart Mill e Wittgenstein. O professor que mais o influenciou foi Norman Malcolm, que fez com que Rawls escrevesse sua primeira tese e sua dissertação sobre a questão da determinação do caráter.

Depois disso, Rawls é convocado pelas forças armadas para combater na Segunda Guerra Mundial e, após um período de treinamento na infantaria, é enviado para o Pacífico por dois anos, onde serviu em Nova Guiné, nas Filipinas e quatro meses nas forças que ocuparam o Japão. Embora praticamente não tenha enfrentado combate, Rawls teve um momento mais crítico em uma situação de emboscada no Japão. Rawls desiste de seguir a carreira no exército, saindo em 1946, ano em que começa seus estudos de graduação em filosofia, novamente na Universidade de Princeton. Depois de três semestres, passa um ano (1947-48) na Universidade de Cornell. Depois volta para Princeton (1948-49) para escrever sua dissertação sob a orientação de Walter Stace.

Enquanto completa sua tese, Rawls conhece sua futura esposa Margaret (Mardy) Warfield Fox (1927-), caloura na Universidade de Brown. Mardy dedicou-se à arte e à história, e exerceu um papel ativo no trabalho de Rawls, sempre ajudando-o em todos os passos de suas publicações. Com Mardy, Rawls teve quatro filhos: Anne Warfield (1950), atualmente professora de sociologia na Universidade Wayne, em Detroit, com dois filhos; Robert Lee (1954), gerente de produção e designer de máquinas esportivas em Seattle, com um filho e uma filha; Alexander (Alec) Emory (1955), estudante de economia e mestre de obras; e Elizabeth (Liz) Fox (1957), escritora, designer de moda e dançarina em Nova Iorque.

No período 1949-50, Rawls continua em Princeton e dedica-se a outras áreas que não a filosofia. Nos dois anos seguintes Rawls passar a ensinar em Princeton, também participando de seminários de economia e entrando em contato com J.O. Urmson, de Oxford, que estava como professor visitante de Princeton. É através de Urmson que Rawls consegue passar os anos de 1952 e 1953 em um programa de convênio em Oxford. Lá ele pode entrar com contato com H.L.A Hart e Isaiah Berlin, por exemplo. É nessa época que Rawls começa a elaborar sua idéia de justificar princípios morais de acordo com um processo deliberativo construído para este fim.

Depois da volta de Oxford, em 1953, Rawls foi nomeado como professor assistente na Universidade de Cornell, onde também foi, em 1956, nomeado como professor efetivo. É na Universidade de Cornell que Rawls se torna editor do famoso jornal Philosophical Rewiew.

Mas a estadia em Cornell, que era longe de qualquer centro importante e muito fria no inverno, durou somente até 1959, quando Rawls teve a oportunidade de ir para Harvard como professor convidado. Neste mesmo ano o MIT lhe oferece uma vaga de professor efetivo. Rawls aceita, mas acaba se envolvendo com atividades muito burocráticas relacionadas com a formação da área de humanidades da universidade.

Em 1961, Rawls é convidado para ir dar aulas em Harvard. Espera mais um ano para acabar suas atividades no MIT e vai para Harvard em 1962, onde deu aula até 1991, ano de sua aposentadoria.

Os anos seguintes, em Harvard, foram dedicados a acabar de escrever Uma Teoria da Justiça (a obra teve três versões preliminares: 1964-5; 1967-68 e 1969-70) e às aulas sobre grandes autores da filosofia política.

No final da década de 60, Rawls faz parte de movimentos contra a Guerra do Vietnam. Toda essa polêmica levou Rawls a refletir sobre questões como a desobediência civil e sobre a ética nas relações internacionais.

Os anos de 1969-70 Rawls passou no Centro de Estudo Avançados da Universidade de Stanford, acabando de escrever Uma Teoria da Justiça. Nesta instituição acontece um fato curioso: todas as anotações do livro de Rawls eram digitadas por uma secretária, Anna Tower, e guardadas no Centro. Em Abril de 1970 um atentado à bomba causou um incêndio no prédio do Centro, mas Rawls teve sorte e seu escritório apenas sofreu danos devido à água. As partes do livro foram apenas molhadas, e não queimadas, o que possibilitou a leitura. Se esses páginas tivessem sido atingidas pelo fogo, Rawls teria perdido oito meses de trabalho intenso.

No mesmo ano de 1970 Rawls volta a Harvard e torna-se chefe do Departamento de Filosofia. Esse foi, para ele, o ano de trabalho acadêmico mais árduo, pois além de continuar o trabalho de revisão de seu livro, tinha que dedicar grande parte do tempo para resolver as divergências entre os professores, alguns apoiando a Guerra do Vietnam, outros não.

Mas a década seguinte foi mais calma. Desde 1960 a família Rawls havia se mudado para Lexington, perto de Cambridge. Lá, Mardy Rawls dedica-se aos movimentos sociais locais e à pintura. Rawls trabalhava bastante em casa, mantendo uma rotina regular de exercícios físicos, que foi um pouco prejudicada em 1983, quando ele machucou um tendão ao pular corda.

Em 1979 Rawls é promovido ao mais alto grau da carreira acadêmica, o de professor universitário. O cadeira ocupada por Rawls era a de James Bryant Conant University Professor, antes ocupada por Kenneth Arrow, ganhador do prêmio Nobel de economia.

Rawls somente se afastou de Harvard por três períodos: um ano sabático na Universidade de Michigan (1974-75), um período no Instituto de Estudos Avançados de Princeton (outono de 1977) e um tempo em Oxford (primavera de 1986). É interessante notar, pela lista de alunos de Rawls, que os mais importantes departamentos de filosofia dos EUA possuem pelo menos um professor que foi antigo aluno de Rawls.

Em 1995, Rawls sofre o primeiro de vários derrames que farão com que sua carreira acadêmica seja bastante prejudicada.

John Bordley Rawls morre em um sábado, 24 de novembro de 2002, em sua casa, em Lexington, Massachusetts, de insuficiência cardíaca.

Nota:

(1) Este texto é um resumo do artigo “A Brief Sketch of Rawls’s Life”, de Thomas Pogge, publicado emRICHARDSON, Henry & WEITHMAN, Paul. Development and Main Outlines of Rawls’s Theory of Justice. (Philosophy of Rawls, Volume 1). New York: Garland Publishing, 1999. O artigo é uma ligeira alteração do primeiro capítulo do livro John Rawls. Munich: Verlag C.H. Beck 1994, de Pogge, e foi submetido a correções por Rawls e sua esposa.

19 Respostas

  1. PENSEIQ FOSSE UM BREVE RESUMO

  2. imagine o tamanho da obra.

  3. se isso é um breve resumo,imagine um resumo normal

  4. Para a próxima não confundam breve com extenso :)

  5. Olha até entendo que não tenha ficado um breve resumo, mas o cara teve o trabalho de fazer isso, no mínimo vocês deveriam agradecer não criticar o cara.

  6. Excelente resumo! Me instigou a querer saber mais!
    Muito bom !

  7. É muita ignorância querer saber sobre filosofia e querer ler pouco!

  8. Fala sério, que preguiça de vocês lerem. O Douto professor viveu 81 anos. Eu não passei 15min lendo sua de fato breve biografia. Este professor contribuiu em vários campos do conhecimento. Mitigar mais do que isso sua vida seria realmente um pecado…

  9. Excelente texto, interessante verificar as influências vividas por Rawls durante toda a sua vida!

  10. Uma breve biografia..
    AEHHUAEUEHUAE

  11. um resumo optimo a altura das necessidades de cada um

  12. Uma breve biografia mas de facto extensa. Foi bom e sufuciente para suscitar mais curioidade sobre as suas obras. estas obras deviam estar ciculando com facil acessibilidade, pois o nosso mundo de hoje precisa de uma purificaçao intelectual, politica e moral para que se reduza abitos de barbaridade! Bem haja!

  13. Ótimo resumo, estava procurando a biografia de Rawls e o achei muito bom, obrigada pelo resumo, está de parabéns!!!

  14. excelente texto!!! PARABÉNS!!

  15. Texto excelente que despertou ainda mais a curiosidade sobre Raws.

  16. Achei bastante informativo esse tema. To alegre chegou meu colchão novo. Comprei aquele da tv. Está me ajudando a diminuir a dificuldade de pegar no sono. Vê ai se colei certo o endereço por favor. Alguém aí já usou? Disseram que ajuda até insonia. É esse http://ocolchaomagnetico.com.br

  17. Eu serei um como john rawls

  18. Eu amo a filosofia sereie um filosofo do futuro
    Como john rawls

  19. Nossa como esse resumo parece uma noticia do G1… kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Uma breve Biografia que não e resumo de John Ralws…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: